Início Notícias de Aviação

Airbus Estuda Novas Tecnologias de Sistemas Alternativos

394

Divulgação: Foto de Autor Desconhecido

De acordo com a Airbus, estudos estão sendo realizados para o desenvolvimento de aeronaves com propulsão híbrida-elétrica, da qual tem função de reduzir as emissões de aviões a jato.
Portanto, a fabricante acabou divulgando a iniciativa em um documento que projeta mais de um milhão de toneladas de emissões de CO2, equivalente ao longo da vida de cada avião.

No entanto, a empresa Airbus chegou a publicar que o hidrogênio é considerado uma fonte de energia preferida para futuras aeronaves.
Por conta disso, prometeu lançar o primeiro avião comercial que será movido a hidrogênio em 2035.

Contudo, “O trabalho da empresa em voos elétricos lançou as bases para nosso futuro conceito de aeronave comercial de emissão zero”, disse a Airbus, acrescentando que “agora está explorando uma variedade de opções de tecnologia híbrida-elétrica e de hidrogênio”.

Muitos especialistas dizem que o hidrogênio pode alimentar aeronaves pequenas e galvanizar investimentos verdes, pois, ele apresenta desafios em relação ao volume e à necessidade de apresentar um nova infraestrutura.

Portanto, diversas fontes de indústria abordam que a principal opção para uma futura substituição do A320 de 150 assentos, envolve especificamente a energia elétrica híbrida, com o hidrogênio abastecendo aeronaves de grande porte.

Os fabricantes de motores dos aviões estão explorando o modelo de motores de rotor aberto com blades (pás) visíveis.
Por isso, eles usam uma mistura de motores tradicionais e propulsão elétrica, da qual é previsto para futuras substituições do avião Airbus A320 e do Boeing 737.

Airbus Acredita que Avião com Tecnologia de Hidrogênio Ajudará na Emissão Zero

Mediante aos planos híbrido-elétricos, um porta-voz da Empresa Airbus disse: “Apenas uma combinação de tecnologias, incluindo hidrogênio, nos ajudará a ter como meta a emissão zero”.

Empresa Airbus Faz Estudos com Sistemas Alternativos na Europa

No ano de 2019, a empresa Airbus acabou inaugurando uma instalação específica, com objetivo de testar os sistemas alternativos de propulsão e combustíveis no país da Europa.

No entanto, a Airbus também vem usando um turboélice Daher-Socata TBM 900 para analisar a propulsão distribuída no motor original, complementando assim o motor padrão com os motores elétricos que estão sendo montados nas asas da aeronave.

CEAB NEWS: Notícias do Mundo da Aviação e Vagas de Emprego!

Aprenda Diversos Termos Técnicos da Aviação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here