É possível que você nunca tenha pensado a esse respeito, mas saiba que não há comissários de bordo e aeromoças apenas naqueles voos regulares das companhias aéreas. Os aviões particulares também podem ter comissários de voo!

Mas qual seria diferença do trabalho dos comissários em voos de carreira e em voos particulares? Isso você vai saber continuando esta leitura.

Voos de carreira e particulares

Vamos começar diferenciando esses dois tipos de voo, considerando que ambos fazem parte do ramo da Aviação Civil.

O que chamamos de voos de carreira, são aqueles voos de passageiros que são oferecidos pelas companhias aéreas. É o tipo mais comum de voo comercial, esses que usamos para ir de um estado ao outro do Brasil ou para outros países e comportam dezenas de passageiros.

Já os voos particulares fazem parte da aviação privada, que é também um gênero da aviação civil. São os voos realizados em aeronaves particulares, como por exemplo, os chamados jatinhos particulares, que podem ser propriedade de uma pessoa física ou uma empresa.

Esses aviões particulares podem ser pilotados pelo proprietário do avião ou por um piloto contratado. Eles podem ainda ser utilizados por empresas de Taxi Aéreo, que prestam um serviço similar ao táxi, mas utilizando uma aeronave ao invés de um automóvel.

Comissários de Aviões Particulares

Não existem diferenças na formação de um Comissário de Voo que vá atuar nas Companhias Aéreas, para os que atuarão nos Aviões Particulares. Ambos terão que realizar o mesmo Curso de Comissário de Voo, conseguir o mesmo Certificado Médico Aeronáutico e passar no mesmo exame da ANAC. Quem se certifica como comissário pode atuar em aviões particulares ou em voos de carreira.

No trabalho a ser realizado, existem algumas pequenas diferenças, já que o comissário terá um número bem reduzido de passageiros para atender. Além disso, é possível que o papel do comissário em alguns voos particulares seja apenas o de cuidar e ser responsável pela segurança, ao invés de executar o serviço de bordo.

Como é o mercado e a contratação?

Nesse meio, as vagas são muito mais escassas do que nos voos de carreira, além do público ser, normalmente, mais exigente e seleto. Por isso, as exigências na contratação também são muito maiores e os salários costumam ser mais altos.

APARÊNCIA É ESSENCIAL. A apresentação do comissário deve ser impecável em todos os aspectos. Cabelos diferentes, tatuagens e piercings, não são muito bem vistos na aviação privada.

O comissário de voo que pretende ingressar na aviação privada deve ter também um EXCELENTE PERFIL PSICOLÓGICO. Deve ser maduro, confiante e equilibrado, entre outros atributos desejáveis.

Apresentação e currículo impecáveis são apenas itens básicos e essenciais.
A concorrência para as poucas vagas é bem grande!

Uma última curiosidade sobre a carreira de comissário de voo de aviões particulares: A aviação privada não compreende apenas diversos tipos de aviões particulares. É possível também ser um comissário de voo em helicópteros!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here