CMA – Certificado Médico Aeronáutico: informações e causas de reprovações no exame

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Uma das carreiras mais desejadas do mercado também tem em sua base de formação as barreiras e desafios como limitações físicas e psicológicas. Para quem deseja se profissionalizar na área da aviação civil, como piloto comercial ou comissário de voo, é necessário passar pelo rigoroso exame médico da Aeronáutica.

Cabeça nas nuvens, mas pé no chão e de olho no exame do CMA!
Conhecido até 2011 por CCF (Certificado de Capacidade Física), este documento é o principal passaporte para você se iniciar nas aulas de voo. Isso porque todo candidato deve passar por avaliação de uma junta médica num hospital credenciado e realizar uma extensa lista de exames médicos. Eles são inúmeros e acabam barrando o sonho de muitos futuros aviadores.

Atenção para o que pode reprovar você no CMA!
Chegou a hora de esclarecer aos pretendentes a aviadores quanto às limitações para se adquirir o Certificado Médico Aeronáutico (CMA) e suas causas de incapacidade em exames de saúde. Abaixo relacionamos, de acordo com as Instruções Reguladoras das Inspeções de Saúde (IRIS) de 18 de outubro de 2006, principais motivos de reprovação.

– Fatores simples como asma e colesterol alto
– Deformidades físicas que comprometam estética e eficiência
– Estatura acima ou abaixo dos requisitos estabelecidos
– Obesidade ou magreza acentuada
– Doenças infectocontagiosas e câncer de pele
– Cicatrizes extensas ou que embaracem a função muscular
– Gravidez normal conforme a legislação específica
– Imunodeficiências de qualquer etiologia

Aceito o desafio!

Agora, onde posso prestar o exame CMA?
Antes de dar uma busca pela internet, verifique abaixo, uma pequena lista que montamos para você verificar se perto de você existe um órgão oficial autorizado a aceitar sua inscrição.

> Hospital de Aeronáutica de São Paulo (HASP): para quem mora na Grande São Paulo ou no interior, localiza-se no aeroporto Campo de Marte, zona Norte da Capital.
> Centro de Medicina Aeroespacial (CEMAL): para quem mora no Grande Rio de Janeiro, é só ir até o Aeroporto Internacional do Galeão.
> Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO): opção para quem mora na região Sul do País.

E quanto custa o exame CMA?
Nos locais indicados acima, cada candidato deverá pagar a taxa de R$ 451,40 para o exame inicial e R$269,15 no caso de revalidação. Lembrando que você também pode procurar uma clínica particular. Fique atento e procure verificar também endereço e custo de clínicas particulares!

Medo de ser reprovado? Calma, nem tudo está perdido!
Como vimos, são muitas as limitações para se passar no teste. Mas é bom saber que para alguns casos existem tratamentos específicos que poderão corrigir imperfeições e irão colocar você de bem com sua carreira profissional. Consulte seu médico e veja este exemplo: ter desvio do septo nasal reprova. Mas existem cirurgias simples para corrigir esta disfunção respiratória.

Como parte das restrições tem tratamento, é possível que você possa se curar ou controlar os sintomas em questão. Doenças nos campos auditivos oftalmológico, cardíaco, hematológico podem ser controladas e não representam risco ao voo e ao estado físico-mental do aluno, curando ou controlando o problema de saúde em questão.

Conclusão
É possível estar mais preparado para fazer decolar sua carreira como piloto comercial ou comissário de voo!

Para futuros alunos de escola da aviação civil, um dos maiores desafios é teste do CMA – Certificado Médico Aeronáutico. E, apesar de uma lista extensa de problemas fisiológicos e limitações físicas, com as informações deste artigo

Além de citarmos os problemas, também informamos que é possível corrigi-los, onde efetuar sua inscrição e preços para a realização do teste. As taxas são de R$ 451,40 para o exame inicial e R$269,15 no caso de revalidação. Mas você também pode procurar uma clínica particular, atento a endereço e custo!

E boa sorte no seu CMA!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×