Home » Artigos » Coisas que você não sabia sobre comissários de voo
tam2

Coisas que você não sabia sobre comissários de voo

Você já parou para pensar como deve ser o trabalho de um comissário de bordo? Trabalhar a milhares de metros de altura dentro de um avião, todos os dias, atendendo o público e tendo que lidar com as mais diversas situações. Com vantagens e benefícios atraentes, essa é uma profissão exigente e com muitas responsabilidades, que vai muito além de só servir refeições aos passageiros.

Então, para conhecer melhor esse cargo, confira algumas coisas que você não sabia sobre os comissários de bordo.

Treinamento na Selva

Mais do que saber atender bem o público, os comissários de voo são importantes para garantir a segurança do avião e de todos dentro dele. O curso de comissário de bordo abrange todos os conhecimentos teóricos e práticos que o bom profissional deve ter. Durante o treinamento, eles aprendem até como sobreviver na selva, além de práticas como evacuação de aeronaves, montagem de acampamento, busca por comida, como fazer fogueiras e primeiros socorros.

Etiqueta e Bom Atendimento

Durante o curso, os comissários de voo também têm aulas de etiqueta e atendimento ao público. A maioria dos movimentos, da maneira de se portar e se comunicar e até mesmo a forma como eles retiram seus paletós é padronizada e deve ser seguida à risca! Os comissários são a cara e a imagem da companhia. Essa padronização é importante não só para um melhor atendimento, mas também para transmitir uma sensação de segurança aos passageiros.

Sempre Um Novo Destino

A escala de voos dos comissários é normalmente definida no final do mês, já conhecendo a programação do mês seguinte e podendo aí encaixar os compromissos pessoais. Essas escalas não seguem uma rotina definida. Os voos sempre terão datas e destinos aleatórios. Por isso, eles devem escolher uma cidade base, que será o ponto de partida e chegada dos seus voos.

Além disso, há a chamada “reserva”, em que o comissário fica no aeroporto, à disposição da companhia e sem conhecer o seu destino. Por esse motivo, os comissários têm sempre a postos uma mala pronta, cheio de peças versáteis e a certeza de que vão estar prontos para encarar o clima do lugar para o qual vão viajar.

Trabalham muito. Mas Também Aproveitam

Os comissários devem cumprir uma média de horas de voo mensais. A legislação brasileira não permite mais de 85 horas por mês. Para cumpri-las, a jornada de trabalho diária varia bastante. Por esse motivo, os comissários de bordo têm direito a, no mínimo, oito dias de folga por mês, em que podem descansar e conciliar a sua vida pessoal.

Os comissários de voo ainda têm direito a 12 horas de descanso quando chegam à cidade base e mais três horas para cada três fusos horários atravessados. Em alguns casos, eles também têm alguns dias livres na cidade em que desceram até que seja definido o próximo voo. Com isso, é possível relaxar e tirar um tempo para conhecer diferentes cidades e culturas de todo o mundo.

Viajam de Graça

Muitas companhias aéreas oferecem aos comissários de bordo o benefício de passagens gratuitas. Em muitos casos, essa vantagem se aplica também a familiares e até mesmo a amigos, se não na totalidade do valor, pelo menos em forma de descontos. Algumas empresas definem um período do ano ou um número máximo de viagens.

Hoje, no Brasil, há o chamado Passe Livre, em que comissários podem voar gratuitamente também por outras companhias, desde que estejam uniformizados e que haja lugares disponíveis no avião. Isso facilita a volta para casa e o aproveitamento do tempo de folga.

Recebem Bons Benefícios

As viagens de graça são apenas um dos benefícios que as companhias aéreas podem oferecer para os comissários de voo. Entre eles, está o adicional por horas voadas. Nesse caso, o profissional pode receber a mais tanto pelas horas de voo diurnas quanto noturnas, além das  horas de reserva e de trabalho durante feriados e finais de semana.

Quando é necessário pernoitar em alguma cidade, os gastos de hospedagem e transporte ficam por conta da empresa. Além disso, muitas companhias também oferecem diárias para alimentação. Com isso, o comissário pode reduzir gastos do próprio bolso durante as viagens.

Outro benefício são as gratificações por cargo, que se aplicam conforme o profissional ascende na carreira, e também por tempo de trabalho, que permite que o funcionário incremente seu salário à medida que ganha mais experiência nos serviços de voo.

Para as comissárias que engravidarem é garantida a licença maternidade. Passado o período de afastamento, elas podem retornar aos poucos através das chamadas escalas-mãe, que consistem em viagens mais curtas e que possibilitam às mães retornarem para casa no final dia para cuidar dos seus filhos.

Por fim, muitas companhias ainda oferecem a vantagem dos seguros de saúde, médico e odontológico, além de seguro de vida em caso de acidentes de trabalho.

Todos os benefícios e adicionais garantem uma boa remuneração para os comissários de bordo. Para se ter uma ideia, há profissionais de companhias aéreas internacionais que ganham até R$ 7.000 por mês.

Essas são só algumas das curiosidades sobre a vida de comissário de bordo. São profissionais que passaram por um treinamento rígido e são de extrema importância para a segurança e bem-estar de todas as pessoas dentro do avião durante todo o trajeto. Uma profissão única, que foge da rotina e proporciona experiências e vantagens que atraem muita gente para essa área.

E você? Ficou interessado em ser comissário? Baixe o nosso Guia Completo da Profissão e conheça mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *