Início Comissário de Voo

Comissário de Voo: Salário e Benefícios

1577
Comissária-de-voo
Comissária de voo esperando os tripulantes entrarem na embarcação
Comissária-de-voo
Comissária de voo esperando os tripulantes entrarem na embarcação

Bem vindos a bordo do voo da independência financeira! Um dos atributos que mais chamam atenção na carreira de aviação é a excelente remuneração e os benefícios que as empresas oferecem. Ainda mais, sendo o setor de aviação, um mercado promissor. Por ser uma profissão que exige mudanças, adaptabilidade e dinamismo, a remuneração dos comissários de voo é contabilizada de forma diferente de todas as outras profissões. Então, vamos explicar todos os pormenores sobre o salário de comissário de voo: 

A partir do dia 01 de dezembro de 2019, o salário base do comissário de voo passa a ser R$ 2.277,43. Sendo vigente, após o período de experiência (de no máximo, 90 dias) determinado pela Convenção Coletiva de Trabalho de Aviação Regular. Não podendo ser inferior a esse valor, incluindo a compensação orgânica. 

O direito à compensação orgânica,  em que o comissário recebe a inclusão de 20% da remuneração fixa, sem que isso modifique ao valor original do salário. Esse direito se deve, ao fato, da profissão demandar alto desgaste fisiológico por conta das variações de altitude, das acelerações e variações barométricas. 

Alimentação: quais direitos o comissário de voo possui?

O comissário de voo recebe, também, diárias de alimentação que tem o valor de R$80,00, no território nacional, por cada refeição principal (almoço, jantar ou ceia). O café da manhã será referente à 25% do valor das refeições principais, exceto quando já está incluso na diária do hotel. As comissário recebe esse benefício sempre que estiver de serviço ou à disposição da companhia aérea independente do serviço de bordo, mas, de acordo com os horários estabelecidos.

Quando realizada em transporte ou território internacional são pagas em dólares americanos ou em moeda local em que o comissário de voo estiver prestando serviço. Além disso, o valor é sempre ajustando quando o custo de vida do local aumenta. E, dependendo de como for o Acordo Coletivo de trabalho entre a companhia aérea e os aeronauta, as diárias podem ser pagas em moeda brasileira desde que o valor se mantenha o estabelecido ao ser convertido. 

Recebem, também, um vale alimentação de R$417,46, após o período de experiência, sem natureza salarial.

Encarregada-do-RH-esclarecendo-todos-os-direitos-da-comissária
Encarregada do RH esclarecendo todos os direitos da comissária

Outros direitos dos aeronautas

Possuem garantia de remuneração em caso de afastamento por doença ou acidente de trabalho;

Aos comissários que esteja a 3 anos de obter o direito à aposentadoria, possuem a garantia de não ser demitido, ressalvo em justa causa.  O mesmo vale para os aeronautas com mais de 15 anos de empresa.

Em caso de substituição de um funcionário por um período igual ou maior que 10 dias, o comissário receberá a diferença do valor com relação ao cargo em sua remuneração.

Recrutamento interno antecedendo o externo, dessa forma, possibilitando a subir de cargo e construir uma carreira promissora. 

A companhia aérea garante estabilidade ao comissário transferido por um ano, após o período de transferência. 

E muitos outros benefícios que vamos falar nos próximos posts, que fazem da aviação um excelente mercado de trabalho e oportunidade para quem busca independência financeira e viver experiências enriquecedoras à um custo baixíssimo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

6 − 1 =

Pular para a barra de ferramentas