Comissário de Voos Nacionais ou Internacionais?

Comissário de voos internacionais
Aeromoça

Muitos Comissários de Bordo em formação ou já formados devem se perguntar qual carreira deve seguir. Ser comissário de voos nacionais ou internacionais? A atuação dos profissionais da aviação e as exigências variam para estas duas carreiras.

Como norma da ANAC, para você ser Comissário de Bordo, é preciso: 

1. Idade mínima de 18 anos 

Antes de mais nada ser maior de idade é indispensável para quem quer trabalhar como comissário, mas não há limite na profissão, contanto que o profissional esteja apto a realizar todas as atividades e cumprir a carga horária.

2. Altura mínima de 1,58 (mulheres) – 1,65 (homens) e peso adequado

Ainda que seja uma regra antiga, é importante que os candidatos consigam alcançar o bagageiro superior da aeronave. Do mesmo modo, as questões relacionadas a peso é  para que seja fácil se locomover dentro do avião, assim como agilidade para auxiliar passageiros em possíveis emergências.

3. Ensino médio completo

Muitos pensam que para ser comissário é preciso ensino superior. A comprovação que o candidato deve ter é de ensino médio completo.

4. Prova oficial da ANAC

Para exercer a profissão, o curso de comissário de bordo é obrigatório (a escola deve ser homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), assim como a prova oficial que comprove o domínios dos conhecimentos, segurança e legislações.

A CEAB conta com um corpo docente qualificado e um currículo completo para a formação de novos comissários, oferecendo cursos presenciais e a distância.

5. Exames físicos

Se você quiser ser comissário, os exames no Hospital da Aeronáutica e ter o Certificado de Capacidade Física são imprescindíveis para comprovar a aptidão do profissional, assim como para fazer a prova prática da ANAC.

Carreira Internacional

Se você quiser ingressar no mercado fora do Brasil, seguem algumas exigências:

1. Domínio da língua inglesa

Bem como a língua nativa, os profissionais internacionais lidam com uma demanda muito maior e variada de passageiros. Sendo assim é essencial que o comissário saiba se comunicar em inglês. 

Bem como a AirFrance, por exemplo, exige que, além da língua inglesa, o candidato tenha domínio do Francês. 

O CEAB oferece para seus alunos de forma gratuita, aulas de inglês ou aulas de qualquer um dos mais de 30 idiomas disponíveis na plataforma da escola.

2. Passaporte com visto de trabalho/passaporte europeu

Para trabalhar fora do Brasil, é essencial o visto de trabalho para os países aonde a companhia opera. Algumas companhias europeias, por exemplo, exigem passaporte europeu, para que o trânsito entre países dentro da Europa seja mais fácil.

Experiência nacional e internacional

O nosso diretor Salmeron Cardoso reuniu seus anos de experiência neste vídeo incrível que pode te ajudar a definir qual carreira seguir na aviação

Vantagens de ter uma carreira internacional

1. Conhecer o mundo

Ainda que fazer parte de companhias aéreas internacionais seja o sonho de muitas pessoas, ser um comissário internacional permite viajar muitos países e explorar a oportunidade que a profissão oferece.

2. Maiores salários

Dessa forma os pagamentos de salários, diárias e extras são feitos, na sua maioria, em dólar, permitindo que o ganho se torne maior.


Se interessou e quer saber mais sobre o curso de comissário de bordo?

Entre em contato com um de nossos consultores via WhatsApp: (11) 99913-2464 ou pelo e-mail: contato@ceabbrasil.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here