Início Notícias de Aviação

Emirates e Etihad são as Primeiras Companhias Aéreas a Testar APP da Iata

185

A Iata faz parceria com a Companhia Emirates e a Etihad Airways para testar um novo app.
Portanto, esta parceria vai trazer para os viajantes de ambas as aéreas a possibilidade de testarem o Iata Travel Pass, aplicativo móvel que tem objetivo de ajudar os passageiros a gerenciar viagens de maneira prática, simples e segura.

No aplicativo, os clientes, poderão criar um “passaporte digital”, onde poderão verificar se o seu teste pré-viagem ou vacinação atende aos requisitos do destino.
No entanto, eles também poderão compartilhar os certificados de exame e imunização com autoridades e aéreas para facilitar as viagens de aviões.
Este app vai permitir que os passageiros gerenciem suas documentações de viagem digitalmente e de forma facilitada durante a jornada.

Quando será o Teste do Aplicativo para a Companhia Emirates e Etihad?

A implementação da Emirates irá ocorrer em Dubai, na fase 1, da qual terá validação dos testes de PCR antes da partida.
Esta fase inicial é prevista para começar no mês de abril, e os clientes viajando de Dubai poderão compartilhar o status de testes diretamente com a transportadora.

Para a companhia Etihad, no primeiro trimestre de 2021 a ferramenta será oferecida aos viajantes de voos selecionados de Abu Dhabi.
Caso seja bem-sucedido, o passe será estendido a outros destinos na rede da empresa.

O Iata Travel Pass é desenvolvido em quatro módulos e contará com registro integrado de requisitos de viagem.
Os passageiros também poderão encontrar informações precisas sobre as viagens e condições de entrada para todos os destinos.
Além disso, o aplicativo irá fornecer os centros de testes disponíveis, e, eventualmente, de vacinação.

Por que Iata pede por Certificado de Vacinação?

A Iata está incentivando todos os setores da União Europeia a chegar a um acordo sobre um certificado europeu de vacinação de covid-19 digital comum que permitiria aos imunizados viajarem livremente na Europa sem a necessidade de testes.

Portanto, “A iniciativa do primeiro-ministro Mitsotakis deve ser urgentemente adotada pela Comissão e por todos os Estados membros. A vacinação é fundamental para reabrir fronteiras com segurança e estimular a recuperação econômica. Um certificado de vacinação pan-europeu mutuamente reconhecido seria um passo importante para dar aos governos a confiança para abrir suas fronteiras com segurança e aos passageiros a confiança para voar sem a barreira da quarentena”, diz de Juniac.

Canal do CEAB aborda Notícias da Aviação:

Aprenda Tudo sobre a Profissão de Comissário de Voo e Aeromoça:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 1 =