Início Artigos

O que faz um Comissário de Bordo?

747

Os comissários de voo ou aeromoças conhecem diferentes cidades, estados e países.
São profissionais da aviação que conversam com pelo menos uma dezena de novos amigos todos os dias.
Se vestem bem e, na maioria das vezes, são tratados com respeito e sinceridade.
Mas suas tarefas exigem um alto grau de responsabilidade, treinamento, autocontrole e paciência.
Estes profissionais passam alguns dias longe de suas famílias.
Como toda profissão, existem prós e contras.

Você quer Saber mais Sobre a Carreira de Comissários de Bordo e Como Tudo Isso Funciona?

Aprenda a seguir um pouco mais sobre a carreira dos comissários e aeromoças:

Qual é a Função de um Comissário de Bordo/Aeromoça?

Garantir a segurança das pessoas no avião é a principal tarefa dos comissários de bordo e aeromoças.
Porém, estes profissionais da aviação estão aptos para aconselhar os passageiros em eventuais emergências e prestar primeiros socorros em caso de incidente ou acidente, além de garantir a tranquilidade e conforto dos passageiros.

Embora seja necessário ter o ensino médio para ser comissário ou aeromoça, é preciso conhecer um pouco o mundo da aviação.
Portanto, você deve ter conhecimentos obtidos no cursos de capacitação (curso de comissário de voo).
Após os estudos, você será testado em provas realizadas ou supervisionadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Também é importante saber como lidar com o público, ser capaz de manter o autocontrole em emergências e estar ciente disso, embora isso ofereça tantas oportunidades de encontro e comunicação.
Devido ao trabalho, os comissários de bordo e aeromoças até saem de casa alguns dias por semana, pois existem voos para diferentes localidades.

Além disso, você deve ter pelo menos 18 anos, apresentando 1,58 m de altura para as mulheres, e 1,65 m de altura para os homens.

Dicas sobre o Curso de Comissário de Bordo no CEAB

Aqueles que desejam ingressar na profissão de comissário de voo/comissário de bordo/aeromoça devem primeiro se inscrever em uma Escola de Aviação credenciado pela ANAC (CEAB – Centro Educacional de Aviação do Brasil).

Portanto, neste curso do CEAB, os alunos devem concluir todas as etapas do curso de comissário de voo com as seguintes matérias: segurança e emergência / sobrevivência na selva, direito do trabalho, regulamentos ocupacionais, segurança de voo, sistemas de aviação civil e regulamentos da aviação civil, primeiros socorros, higiene, medicina aeroespacial, conhecimentos gerais de aeronaves , teoria de voo, navegação, meteorologia, entre outras.

A duração do curso de comissário de voo depende do número de aulas realizadas a cada semana.
Por isso, você pode optar pela modalidade presencial ou EAD (Ensino à distância para comissários).

Após a conclusão do curso, o aluno fará o exame realizado pela Anac. Se aprovado, você obterá uma licença de voo para comissários e poderá procurar trabalho em uma companhia aérea.
Então, se você não passar na prova, será necessário repetir o curso.

Portanto, lembre-se que cada empresa aérea tem seus próprios critérios de seleção.

Quando o comissário de bordo (voo) ou aeromoça estiver contratado(a) pela companhia aérea, irá receber diversas instruções sobre a aeronave em qual vai trabalhar.
Afinal de contas, cada avião demanda um habilitação específica.

Após o período de instrução, a companhia aérea oferecerá no mínimo 15 horas de oportunidades de estágio em voo, sendo que uma delas deverá ser um exame prático por profissionais aprovados pela Anac.

Depois de estar aprovado o certificado do estágio e o exame, a empresa exigirá que a Anac emita o Certificado de Habilitação Técnica (CHT) do contratado, para que os comissários e aeromoças possam exercer suas atividades profissionais.

Mesmo assim, na maioria das empresas, o comissário de bordo inicialmente trabalha sob a supervisão de outro comissário durante os primeiros dois ou três meses, que é chamado de “Comissário Trainee” ou “Quinto da Tripulação”.

O motivo da “quinta” é porque a regra representa que cada porta da aeronave deve ter um comissário (exceto para quem realiza transporte administrativo).

Acompanhe o Canal Especial Profissões do CEAB:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here