Início ANAC

Partes do Avião

1763
Partes-do-avião
Partes do avião

Todo profissional da aviação tem que conhecer bem todas as partes do avião, seus formatos, tamanhos e funções. Apesar de ter várias partes em comum, a aeronave é se divide em cinco partes, basicamente. 

1.Fuselagem do avião

É o esqueleto da aeronave, sendo a estrutura que dá suporte para acomodar os passageiros, tripulação e toda carga. Além das asas e ailerons, empenagem, o trem de pouso e propulsor. Nos primeiros aviões, a fuselagem era feita de dois materiais principais: aço e madeira. No entanto, além do avião ficar pesado, não era o ideal por conta do clima úmido degradar a madeira. Então, depois, introduziram um liga de alumínio térmica, de baixa densidade e alta resistência. E é desde então que o termo monocoque começou a ser utilizado, por conta das lâminas que estruturam a aeronave. Essas lâminas deram mais espaço ao avião, com o tempo, foi sendo aperfeiçoado. 

Atualmente, a fuselagem é feita de alumínio e cobre, fundidos, pois o cobre melhora as propriedades mecânicas do alumínio, muito resistente a corrosão, que é um bom condutor de eletricidade e calor, suportando, assim, a mudanças de pressão. Além de possibilitarem a construção de aviões maiores. 

Partes-do-avião
Partes-do-avião

2. Empenagem

Considerada a cauda da aeronave, é a sua parte traseira superior, menores que as asa, essas estruturas aerodinâmicas servem para dar estabilidade. Tem funções de ajuste e controle, também, como arfagem e guinada. A maioria dos aviões tem em suas caudas superfícies fixas, que ajudam a estabilizar o avião e, as móveis, que direcionam o voo.

3. Grupo moto-propulsor

Formado pelas hélices e motor que é responsável pelo seu movimento em solo e em voo. Em resumo, a energia mecânica do motor, após um processo, se transforma em energia rotacional ou cinética que movimenta as hélice. Contudo, há vários tipos de grupo motor-propulsor, os mais usados são: turbofan, turbojato, turbohélice e motor a pistão. Nos aviões menores monomotores, o grupo motopropulsor é feito, geralmente, de um motor a pistão e uma hélices.

4. Trem de pouso

São as rodinhas, responsáveis pela sua locomoção em solo e amortecimento. Existem quatro tipos: convencional, triciclo, escamoteável, fixo e retrátil. Sendo, hoje, o mais usado o triciclo, para o controle e estabilidade do avião, além do desempenho maior na decolagem.

5. Asas do avião

São elas que dão força de sustentação para o avião e o mantém voando. Antes, era comum as aeronaves terem dois ou mais planos de asas, apesar disso não mudar sua sustentação. Ao contrário, uma asa com a mesma envergadura tem performance semelhante. No entanto, existem diferentes posições, formatos e eixos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × quatro =