Início Artigos

Por que os Aviões são Construídos com Pintura Branca?

258

Todas as outras companhias aéreas do Brasil, em sua maioria operam aviões, jatos e turboélices brancas.
Umas das companhias que saiu fora deste padrão é a nova ITA Transportes Aéreos, do Grupo Itapemirim.
Mas esses padrões de pinturas não acontecem somente no mercado brasileiro, e sim no mercado internacional da aviação.
Os aviões são projetados no branco porque é uma das cores mais utilizadas em aeronaves de passageiros e carga.
Portanto, o branco corresponde a uma tonalidade que ajuda as companhias aéreas a alcançarem uma redução nos custos, facilitando assim as operações com aviões e o trabalho dos mecânicos.
Neste caso, trata-se de reduzir valores e facilitar os processos de operações.

Aeronaves na Cor Branca Retém menos Calor

Quando uma aeronave é projetada na cor mais escura, sabe-se que ela reterá mais calor.
As companhias projetam aviões na cor branca para reter menos calor, pois, este efeito acaba deixando o ambiente mais fresco.

“A fuselagem das aeronaves é construída com isolamento térmico para suportar temperaturas mais extremas que as temperaturas atingidas em solo. O fato é que, independentemente da cor, uma empresa aérea não espera a temperatura interna atingir determinados valores para ligar a climatização. De forma a padronizar as operações, empresas aéreas têm como praxe manter os sistemas de climatização sempre ligados quando há passageiros a bordo em solo”, explica Fernando Kehl, gerente de frota da Azul Linhas Aéreas.

Portanto, em dias quentes, a pintura do avião irá ajudar a reduzir o esforço do sistema de climatização, e consequentemente o consumo do avião.

O Branco oferece Facilidade na Manutenção

Entende-se que a pintura branca facilita a visualização de rachaduras, corrosão e vazamentos de fluidos nas aeronaves.
Contudo, isso acaba permitindo que mecânicos encontrem problemas nos aviões com mais facilidade durante as inspeções de rotina, porém, considera-se um fator positivo porque prevê o dano para que não se torne maior.

Pinturas em Branco oferecem Aplicação mais Barata e maior Durabilidade para Aviões

As companhias aéreas preferem pintar seus aviões de branco porque a tinta acaba sendo mais barata, facilitando assim o cobrimento para as cores das futuras empresas aéreas.

“Podemos fazer um paralelo com as cores cinza e prata dos carros de locadoras. O cinza e o prata são as cores mais baratas e mais neutras, facilitando assim a recolocação desses veículos no mercado. Quando aeronaves em leasing são devolvidas para as empresas proprietárias, existem dois caminhos: a aeronave é imediatamente pintada na cor da nova empresa aérea ou é pintada de branco à espera de um novo operador”, disse Kehl.

No entanto, a durabilidade da tinta branca é boa, pois demora mais para desbotar.
Neste caso, as cias aéreas conseguem manter seus aviões em operações contínuas por mais tempo.
Mas, as aeronaves coloridas necessitam de maiores reparações em pinturas com maior frequência.

“O consumo de combustível é mais afetado pela idade da pintura. Pinturas novas, não importa a cor, são mais lisas e com menos rugosidade do que as pinturas mais antigas. Pinturas novas geram menor arrasto. É como andar no carro com janelas abertas”, salienta o especialista da Azul.

Para as pinturas coloridas, serão exigidas mais demãos de tinta, aumentando de fato o peso geral do avião, e por consequência o consumo de combustível.
Os tons mais claros de pinturas acabam exigindo menos camadas e por isso tornam a aeronave mais leve.

“A pintura de uma aeronave é um processo manual, é dependente da habilidade e dos ajustes nos equipamentos de cada pintura. Uma aeronave branca pode pesar mais que uma aeronave colorida em função desses ajustes. Pinturas especiais, com o aspecto metalizado, são mais pesadas. Os ajustes dos equipamentos e a quantidade de camadas de pintura ditam o peso final da aeronave. Assim, aeronaves brancas que foram repintadas sem a remoção completa das camadas anteriores serão mais pesadas que uma aeronave nova colorida recém-pintada”, concluiu Kehl.

Siga o CEAB NEWS e Esteja por dentro das Notícias da Aviação:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here