Você já se imaginou pilotando um avião? Para muitas garotas, isso parece um sonho muito distante, pois a aviação ainda é um setor ocupado majoritariamente por homens. Mas as mulheres vêm conquistando seu espaço na aviação com cada vez mais frequência, e é graças às pioneiras da aviação que hoje a realização deste sonho é algo acessível a qualquer pessoa disposta a se dedicar à profissão, independentemente do gênero. Conheça a seguir algumas mulheres desbravadoras que ousaram desafiar as convenções e se tornaram as primeiras pilotas de avião:

 

Raymonde de Laroche

Foi a primeira mulher a obter licença para pilotar um avião, e a primeira a fazer um voo solo. Nascida em 1822, essa atriz francesa se encantou pela aviação aos 26 anos, ao assistir à demonstração de voo motorizado de um dos irmãos Wright. Inspirada, insistiu para que um amigo construtor de aviões lhe ensinasse a voar. Em 1909, aos 27 anos, conduziu sozinha um avião pela primeira vez, naquele que ficou conhecido como o primeiro voo solo de uma aeronave mais pesada que o ar pilotado por uma mulher. Um ano depois, Laroche obteve sua licença de piloto, emitida pelo Aeroclube de Paris, e continuou pilotando aviões ao longo da vida. Em junho de 1919, estabeleceu dois recordes: o de altitude e de distância de voo para mulheres. No mês seguinte, quando planejava tornar-se a primeira mulher piloto de testes profissional, o avião onde fazia treinamento como co-piloto sofreu um acidente e Raymonde de Laroche faleceu aos 36 anos. Uma estátua foi erguida em sua homenagem no Aeroporto de Le Bourget, na França.

Amelia Earhart

Provavelmente a mais famosa pilota de aviões, Amelia foi uma mulher à frente do seu tempo, não só por ter ousado voar, mas por ter sido uma aventureira que se arriscou em diversas viagens e por ter quebrado vários recordes. Amelia apaixonou-se por aviação aos 23, durante um pequeno voo em um campo de pouso em Long Beach. Trabalhando como fotógrafa, estenógrafa e motorista de caminhão, juntou a quantia necessária para pagar as lições de voo. Um ano depois, já de posse de seu próprio avião, quebrou o recorde mundial de altitude para aviadoras. Amelia continuou sua carreira na aviação, chegando a 500 horas de voo solo aos 30 anos. Problemas financeiros e de saúde chegaram a afastá-la da aviação por um período, mas ela sempre retornava para sua grande paixão. Em 1932, tornou-se a primeira mulher a voar sozinha sobre o Atlântico. Em 1937, iniciou uma jornada ao redor do mundo, que não chegou a concluir pois desapareceu no trecho final da viagem, sobre o Oceano Pacífico. Durante toda a sua vida, promoveu a aviação e os direitos das mulheres, e é reconhecida como a mais famosa aviadora da história.

Ada Rogato

No Brasil, a pioneira da aviação é Ada Rogato, uma descendente de italianos que se tornou a primeira paraquedista e pilota de planadores no país. Nascida em 1910 e criada para ser uma dona de casa prendada, como a maioria das mulheres da época, Ada conseguiu juntar dinheiro com bordados e trabalhos artesanais para pagar suas lições de voo e tirar o brevê aos 25 anos. Alguns anos depois, obteve o certificado de paraquedista, o primeiro concedido a uma mulher no Brasil. A partir de então, começou a usar suas habilidades para divulgar a aviação, voando em aeronaves de pequeno porte e destacando-se pelas acrobacias aéreas. Durante a Segunda Guerra, realizava voluntariamente patrulhamento aéreo ao longo do litoral de São Paulo. Discreta, a aviadora permaneceu trabalhando como funcionária pública enquanto realizava seus grandes feitos aéreos — entre eles, dirigir o primeiro sobrevoo dos Andes pilotado por uma mulher. Ada foi reconhecida por sua bravura e pioneirismo, e terminou seus dias como diretora do Museu da Aeronáutica, em 1986, cercada pelos aviões que tanto amava.

Estas incríveis aviadoras trilharam um caminho que agora está aberto a qualquer mulher com coragem e dedicação para perseguir seu objetivo, basta se matricular em uma escola de aviação. A cada dia mais e mais companhias aéreas contratam mulheres que pilotam avião como comandantes: a próxima pode ser você! Inspire-se nas histórias de coragem e superação destas pioneiras e não desista!

Quer saber mais sobre o universo da aviação? Fique por dentro assinando nossa newsletter, e não deixe de compartilhar sua opinião nos comentários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × quatro =