Qual a importância de investir em um curso de qualidade para quem quer ser comissário

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

comissário

Conseguir ser um comissário de bordo é algo que parece ser um verdadeiro sonho para diversas pessoas que se imaginam conhecendo diferentes locais em uma rotina de trabalho que traz satisfação e respeito para o profissional das aeronaves.

Os caminhos para viabilizar a conquista de ser empregado por uma grande companhia aérea são relativamente simples de serem seguidos. Basta se matricular em um curso, conseguir as certificações necessárias e partir para o mercado de trabalho. Mas será que é só isso?

A escolha de uma boa escola de aviação é um passo importante na satisfação desse verdadeiro sonho, e é sobre isso que o nosso post de hoje abordará. Acompanhe na íntegra.

O diploma não diz tudo a respeito da formação do aluno

Para o pretenso comissário, não basta que ele cumpra sua carga horária e seja apenas suficiente nas provas. Uma boa escola de aviação incentivará o aluno a realmente compreender a importância do conteúdo dado em sala de aula, independentemente de notas e diplomas. Na verdade, essas provações são apenas pré-requisitos necessários a todos os candidatos. O que realmente fará toda a diferença é o nível de preparo e conhecimento do candidato a comissário, e carregar o nome de um curso de qualidade faz toda a diferença nessa hora.

comissário

Diferenciais no preparo do futuro comissário de bordo

Outra questão que qualifica uma escola de aviação como algo que realmente forma alunos prontos para o mercado de trabalho, é a quantidade de diferenciais que farão com que as pessoas que ali estudaram sejam vistas como alguém pronto para assumir uma vaga em uma grande companhia aérea para integrar uma equipe de cabine. A CEAB escola de aviação, apresenta algumas particularidades que podem realmente fazer com que o caminho para a admissão como comissário ou aeromoça seja facilitado, como:

Cursos extras

A CEAB, além de cumprir com uma ementa que valoriza a percepção de situações reais no dia a dia do comissário ou da aeromoça, ainda disponibiliza 12 cursos extras que ampliarão ainda mais a qualificação do profissional para o mercado de trabalho. Tratam-se de encontros que propõem a vivência de práticas que vão desde o preparo para adentrar a cabine e lidar com o público, até simulações de situações inóspitas, como resgates na selva ou no mar.

Prova da ANAC

Uma das exigências para que o aluno formado em uma escola de aviação seja realmente alguém apto a trabalhar em uma companhia aérea é a certificação da ANAC. Para consegui-la, é necessária a realização de uma prova que avaliará os conhecimentos do futuro comissário. A CEAB, em seu programa de matérias, exige do aluno bastante foco nessa etapa de sua formação, propondo simulados e abordando com exatidão o que realmente será cobrado na prova, fazendo com que seu aluno sinta que está apenas cumprindo uma tarefa simples ao realizar o teste.

Outros aspectos que deveriam ser considerados básicos, mas que nem todas as escolas de aviação apresentam, são as certificações necessárias, como a homologação da ANAC e o vínculo com a Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED, para quem faz a opção pelo curso em EAD.  

Conheça um pouco mais a respeito da CEAB e de todas as suas vantagens. Acesse www.ceabbrasil.com.br e faça contato!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×