Qual o salário de uma aeromoça internacional?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

aeromoça internacional

Viajar o mundo todo, conhecer um país novo a cada semana e ainda receber um belo salário para isso. Já se imaginou nessa situação? Essa é basicamente a rotina de uma aeromoça internacional.

Mas existem muitos outros fatores ligados a isso. Uma comissária de bordo deve saber lidar com os passageiros com diferentes histórias, culturas e até humores. Também deve deter conhecimentos sobre o funcionamento das aeronaves que tripula, assim como todos os procedimentos para operá-la dentro das suas obrigações. Além disso, em caso de emergência, são elas que ajudam os passageiros a manterem a calma e a lidar com a situação da melhor maneira possível.

Como você pode perceber, há muito mais que o glamour das viagens em jogo quando a sua ocupação é ser uma aeromoça internacional. Com toda essa responsabilidade em mãos, é natural que as comissárias de bordo sejam pagas à altura. Veja agora qual é o salário de uma aeromoça internacional e como chegar lá.

Como se tornar uma aeromoça internacional?

As carreiras na aviação civil são como todas as outras. A profissional começa a trabalhar com cargos menores até que ela seja promovida para as vagas com melhor retorno financeiro. Por isso, dificilmente uma comissária começará em uma companhia aérea trabalhando em voos internacionais. Primeiro ela deve trabalhar nas equipes domésticas, ganhar experiência e mostrar seu valor. Fazendo isso e buscando a excelência diariamente, com certeza a promoção e os voos para fora do país acontecerão.

Quais são os pré-requisitos para se tornar uma aeromoça internacional?

O primeiro pré-requisito para se tornar uma aeromoça internacional é ter todos os certificados que a habilitam para o trabalho. Para tanto, é necessário frequentar um curso de comissárias de bordo, ser aprovada na prova da ANAC, realizar o estágio supervisionado na companhia aérea que a empregar e receber a habilitação técnica.

aeromoça internacional

Mas esses são pontos comuns para qualquer aeromoça, de voos domésticos ou internacionais. Para poder ser promovida e voar para fora do país é preciso ter dois diferenciais importantes no currículo: saber lidar com diferentes perfis de pessoas e saber se comunicar em outros idiomas.

Ambas as habilidades se referem ao fato de que a aeromoça internacional tem que lidar com passageiros que foram criados em culturas diferentes da dela. Ela, portanto, deve saber ser educada e cordial em línguas estrangeiras. Começando pelo inglês e depois pelo francês, espanhol e até mesmo alemão. O que for mais relevante para os seus planos de carreira.

Quanto ganha uma comissária de voos internacionais?

Por todos os motivos que dissemos neste post, o salário de uma aeromoça internacional é mais alto que daquelas que fazem voos domésticos. A média entre as companhias aéreas que operam no Brasil fica entre R$ 5.000,00 e R$ 7.000,00. Parece tentador, não é mesmo? Mas lembre-se que para receber um salário como esse é preciso mostrar toda a excelência do seu trabalho.

Uma aeromoça internacional é uma profissional com grandes responsabilidades durante a sua rotina. Além de receber os passageiros, auxiliá-los em suas demandas e garantir que todos os procedimentos de segurança sejam seguidos, ela é a cara da companhia aérea. Ou seja, a forma com que ela trata os passageiros será refletida na forma que os consumidores enxergam toda a empresa.

Este texto foi útil para os seus planos no futuro? Use os comentários para tirar suas dúvidas e comece agora mesmo a dar os primeiros passos para o sucesso.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×