Não importa o motivo: alta do dólar para viagens no exterior, modernização e investimento em mais aeronaves para passageiros ou até mesmo a redução do valor de passagens para competir no mercado de transporte aéreo. O fato é que o setor de aviação no Brasil está crescendo, e isso tende a se manter nos próximos anos.
Ou seja: se você está procurando uma nova profissão ou pensando em iniciar uma carreira nessa área, o momento não poderia ser melhor!

Para ficar por dentro do atual mercado e também das oportunidades que estão surgindo, acompanhe as nossas informações sobre o setor aéreo no país!

Crescimento do setor de aviação no Brasil

Conforme informações recebidas da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), que reúne as 280 maiores empresas do ramo de aviação no mundo, esse setor está em franco crescimento no país. Dados repassados por essa associação indicam que o Brasil será o 3º mercado de aviação até o ano de 2017, perdendo posição somente para países como EUA e China.

Companhias existentes

Em relação à aviação comercial, o Brasil tem uma alta concentração de mercado, que é atendida por pelo menos quatro grandes companhias aéreas: Gol, TAM, Azul e Avianca. Segundo a Agência Nacional de Aviação (ANAC), desde o ano passado, essas empresas têm representado 99,29% do mercado doméstico, o que é um número bastante representativo para a extensão do Brasil.

A justificativa para a concentração de poucas empresas no ramo do transporte de passageiros se dá pela alta demanda financeira que o tipo de atividade exige. Entretanto, se compararmos com o ano de 2008, quando somente duas empresas lideravam o transporte comercial, a competitividade do mercado tem ficado mais distribuída. Isso ocorreu devido à entrada de novas empresas como a Azul no cenário nacional e com o crescimento de outras já existentes, como é o caso da Avianca.

Rendimentos do setor

Conforme documento da Iata que lista os dez mercados de aviação domésticos mais dinâmicos do mundo, metade se localiza na América Latina, incluindo nesses Brasil, Colômbia, México, Peru e Equador. Com esses dados, é possível perceber como o nosso país se encontra em uma situação de destaque dentro do ramo da aviação.

A demanda por transporte doméstico cresceu 5,7% em 2014, o que tem sido tratado como algo “esplêndido” pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). Além disso, uma comparação entre a taxa de ocupação das aeronaves em voos nacionais e internacionais mostra claramente um crescimento e uma maior busca por voos domésticos.

Modernização do setor

Com o crescimento do setor, é esperado um consequente aumento no número de aeronaves em situação de voo, o que poderia causar problemas ambientais relacionados aos custos com produção de recursos e com a poluição do ar. Entretanto, assim como em outros países, o Brasil tem mostrado uma preocupação maior com a modernização de suas aeronaves e também com os processos de produção de combustíveis.

Atualmente, políticas relacionadas à redução de gases poluentes, bem como à inclusão dos biocombustíveis, têm ganhado espaço no mercado da aviação. Um exemplo disso é o incentivo do reflorestamento com macaúba, espécie responsável pela geração de matéria-prima para o diesel verde. Aliado a isso, temos ainda o aumento do investimento em aeronaves com motores híbridos e elétricos.

Oportunidades de emprego

Eventos internacionais importantes também contribuem para o aquecimento do mercado e para a movimentação dos serviços. Assim ocorreu com a Copa do Mundo de 2014, quando o aumento da demanda de transporte de passageiros fez com que os rendimentos subissem. Conforme afirma o presidente da ABEAR, as companhias aéreas dominantes no país transportaram 8,8 milhões de passageiros durante o período dos jogos, totalizando 77,2 mil voos.

Para se ter uma ideia, dados da Secretaria de Aviação Civil (SAC) confirmam que a movimentação na Copa de 2014 foi de aproximadamente 17,8 milhões de pessoas, as quais preencheram 21 aeroportos e ocasionaram uma taxa média de ocupação das aeronaves de 80%, além de 92% no índice de pontualidade.

Agora, a expectativa é que as Olimpíadas de 2016 também representem um bom potencial de crescimento para o setor de aviação. Uma das vantagens da demanda por mais aeronaves para dar conta de públicos maiores é a geração de empregos em todo o segmento: mais voos significam a necessidade de contratação de diversos profissionais, como comissários de voo, pilotos e funcionários de aeroportos.

Profissões do setor aéreo

Para quem pensa em investir nas profissões do setor aéreo, é preciso buscar aprimoramento em habilidade lógicas e aritméticas e também de computação. Caso o interessado não saiba por onde começar, aconselha-se procurar uma instituição de ensino que tenha credibilidade, pois pode encontrar cursos específicos que fazem toda a diferença. Entre as vantagens da profissão do ramo da aviação estão o glamour proporcionado pelas viagens e experiências em diferentes destinos, além de hospedagens de qualidade pagas em diferentes países.

Previsões para o futuro

Ainda de acordo com a Iata, no mundo, entre os anos de 2012 e 2013, a quantidade de passageiros usuários do transporte aéreo tinha uma previsão de aumento de 31%, chegando aos 3,9 bilhões. Só para ter uma ideia, a projeção é que até o ano de 2035 o número de pessoas utilizando o transporte aéreo chegue aos 7 bilhões. É muita gente, não é mesmo?

Para Eduardo Sanovicz, presidente da ABEAR, o futuro da aviação está totalmente relacionado com as possibilidades de empreender e com a oferta de oportunidades únicas para destinos turísticos, de trabalho e de lazer. Para ele, a possibilidade de abrigar diferentes eventos e equipamentos no país permite também novas conexões mais acessíveis. Hoje, podemos dizer que o transporte aéreo é a forma mais barata de se fazer viagens planejadas à distância no Brasil, mesmo sendo um dos setores mais competitivos.

Com tudo isso, fica claro que o crescimento do setor aéreo — seja para cargas ou transporte de passageiros — pode contribuir fortemente com os aspectos relacionados à comodidade, rapidez, redução de custos e também com a diminuição da degradação de recursos naturais, já que transportam muito mais comparado aos transportes terrestres e marítimos.

E você, o que acha desse panorama atual do setor de aviação no Brasil? Pretende aproveitar essa oportunidade para dar uma guinada na sua carreira? Então conte nos comentários o que você está fazendo para conquistar isso e aproveite para conferir mais informações interessantes no blog!

12 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde…É um sonho de infância ser piloto, que na verdade não sei se vale a pena investir, pois, já estou com 36 anos e não sei se até uma graduação mínima para o mercado de trabalho, conseguiria emprego. Então fico com medo de investir nesse sonho e me dar mal.

    • Olá Tony, tudo bem? O CEAB oferece formação apenas para Comissários de Voo e Atendentes de Aeroporto. O correto é você se informar a respeito de idade em uma escola que forme pilotos. Obrigado pelo contato!

    • Tony, bom dia!
      Não tenha medo!
      O sonho deve ser perseguido até que seja encontrado!
      Existe uma força que se chama vontade, para chegar lá é preciso querer, querer de verdade! Esta força, a força da sua vontade vai te fazer buscar, e tornar o seu sonho em realidade!
      Um abraço do piloto Joaquim Ribeiro
      “…É preciso ir atrás de um sonho”… Santos Dumont.

      • Olá Joaquim, bom dia !
        Gostei muito do que disse nos comentários ! Quando temos medo de algo, nós mesmos estamos atraindo este medo para dentro de nós, não é mesmo ?!
        Meu sonho é ser comissária de bordo, mau vejo a hora de começar a fazer o curso, qualquer imagem ou informações que vejo em relação ao ramo Aéreo, meu olhos brilham, e quando vejo um avião sobre o céu então… Nem se fala !
        Ser comissária é minha vontade, é meu destino !

        Parabéns pela profissão piloto Joaquim Ribeiro !
        Um abraço da futura comissária Karollayne Silva…

  2. Gostei da matéria,sou estudante de design de interiores e estou preparando tcc sobre o assunto , pretendo focar a minha carreira para interiores de aeronave.É importante saber que o mercado está em contínuo crescimento.

  3. Eu queria saber como é que posso pegar o mesmo vôo que meu sobrinho que mora em cidades diferente que eu.
    tipo compra viajar no mesmo vvôo que eu .
    irmos no mesmo vôo e na mesma hora como faço pra isso a conhecer? Mim falem o que posso fazer pra irmos na mesma aeronave.

  4. Boa tarde, vou fazer o curso de comissário. No entanto, surgiu a dúvida se as empresas estão adotando uma altura mínima para seus funcionários. Essa norma existe?
    Obrigado.

    • Olá Luiz, a altura mínima para homens é de 1,65m. A altura mínima é exigida pelas companhias para que a tripulação possa auxiliar os passageiros em qualquer situação (isto implica alcançar o compartimento de emergência que fica no teto do avião). Você também pode avaliar sua aptidão verificando se consegue alcançar 2,12m de altura com a ponta dos dedos, que é uma outra forma de qualificação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here