Início Artigos

Turbulência: O Que Causa?

1778
Avião-acima-das-nuvens-para-não-pegar-turbulência
Avião acima das nuvens para não pegar turbulência

Muitas pessoas tem medo de turbulência, mesmo as que querem um dia ser comissária de voo ou comissário de voo. Para desmitificar esse fenômeno natural que ocorre frequentemente sem ocasionar danos, vamos falar um pouco aqui, por que não há necessidade de ter medo.

A turbulência é o movimento de um fluido desordenado ou agitado. Os estudiosos da aviação o definem como um fluxo de ar de trajetórias irregulares, com velocidade e flutuações inconstantes. O motivo dessa sensação de lombada, ocasionando a turbulência e fazendo a aeronave balançar. 

Apesar do balanço, os aviões tem uma estrutura bem robusta, que suporta bem mais do que turbulências. Aliás, é considerado o meio de transporte mais seguro. Então, quem se assusta pode ficar tranquilo, pois os aviões são altamente seguros para enfrentar esse tipo de problema. Os pilotos podem subir ou descer a aeronave, desviando das turbulências e sempre que é possível detectar uma turbulência, a tripulação e passageiros são avisados para se manterem sentados e apertarem os cintos de segurança. 

avião-indo-decolar-com-chuva
Avião indo decolar com chuva

Causas de turbulências

São inúmeras as causas: há turbulência mecânica devido ao fluxo de ar que vem do relevo, geralmente, ocorrem em áreas com montanhas, em centros urbanos, locais com baixa altitude. Esteira de turbulência causada pela mudança na direção dos ventos ao uma aeronave passar em determinada região, podendo afetar uma outra aeronave que esteja próxima, e é devido a isso que aeronaves precisam se manter distantes. A turbulência térmica acontece devido a mudança de temperatura conforme a altitude. Acontece com mais frequência em dias acalorados, com as chuvas de verão entre outras causas. Enfim, há muitos outros tipos de turbulência que vem das mais variadas causas.

Antes de decolar, os comissários de voo tem acesso ao plano de voo com as condições climáticas. Durante a viagem, como é possível monitorar, esses dados vão sendo atualizados em tempo real. Mesmo com todos os instrumentos de monitoramento, aparecem turbulências repentinas, que dependendo da intensidade, o piloto até pode desviar. 

Existem 3 tipos de turbulências: 

  • Leve: balançam algumas coisas, mas os objetos não chegam a cair. Os passageiros sentem, no máximo, uma leve pressão.
  • Moderada: objetos caem e os passageiros necessitam do cinto para se manter sentados
  • Severa: os objetos caem e são sacudidos caso não estejam presos, os passageiros mesmo com cinto, balançam bastante.

Algumas atitudes podem amenizar as sensações de turbulência:

  • Sentar-se perto das asas do avião, onde é o centro de gravidade do avião;
  • Evite sentar na parte traseira, pois o avião balança mais nessa área;
  • Procure assistir filmes que a companhia disponibiliza, para se distrair e não focar nas turbulências, elas passam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + dezenove =

Pular para a barra de ferramentas