Início Notícias de Aviação

Voepass vai Operar Voos com Aeronaves Boeing 737

151

Para o primeiro semestre de 2022, estima-se que a companhia Voepass irá operar voos comerciais com as novas aeronaves.

No entanto, a companhia Voepass Linhas Aéreas iniciou o processo de inclusão em suas operações das aeronaves fabricadas pela empresa norte-americana Boeing, de modelo 737-700NG e 737-800NG, apresentando uma capacidade de 144 e 180 assentos.

Ao incluir-se as aeronaves a jato de maior porte na malha da Voepass, permitiu-se que houvesse adequação da performance da companhia ao tráfego do Aeroporto de Congonhas.

Frota de Aviões da Companhia Voepass

Atualmente, a companhia aérea Voepass opera uma frota de 15 aviões regionais turboélices modelos ATR 42 e ATR 72, apresentando capacidade de 48 a 70 passageiros.

“Entendemos que o ajuste da frota, com a inclusão de um equipamento de maior capacidade, irá complementar nossa estratégia de atendimento de mercados regionais de médio porte, potencializando as operações no Aeroporto de Congonhas”, diz Eduardo Busch, CEO da Voepass.

Estima-se que os voos comerciais com os novos aviões sejam programados para operar voos no primeiro semestre de 2022.
Contudo, será definido ainda a quantidade de novas aeronaves de acordo com as distribuições de slots, assim como requerida definição da malha aérea.

Atenção: Companhia Voepaas Prevê Potencializar as Operações no Aeroporto de Congonhas de Acordo com o Ajustes de sua Frota

De acordo com informações, “Entendemos que o ajuste da frota, com a inclusão de um equipamento de maior capacidade, irá complementar nossa estratégia de atendimento de mercados regionais de médio porte, potencializando as operações no Aeroporto de Congonhas”

Portanto, a companhia Voepass destaca que haverá uma ótima oportunidade de aumentar sua participação no Aeroporto de Congonhas.
Porém, prevê-se que o terminal passar por um determinado processo de ampliação do número atual de operações diárias de voos, gerando assim uma criação de um novo banco de slots aeroportuário (direito de pousar ou decolar em aeroportos congestionados, obedecendo um intervalo de tempo pré-determinado).

“Estamos investindo para certificar o Boeing 737 em nossas operações, acreditando na recuperação da economia e do setor de turismo em nosso país. Já estamos nos preparando para acompanhar as oportunidades de ampliação nas movimentações do Aeroporto de Congonhas, que é um passo fundamental em nosso plano de negócios, que se mantém focado no desenvolvimento e ampliação da malha aérea regional brasileira”, ressalta José Luiz Felício Filho, Presidente da Voepass.

Acompanhe as Principais Notícias da Aviação e do Turismo:

 

Aprenda Todos os Termos Técnicos da Aviação com o CEAB Aeropedia:

Dúvidas sobre a Profissão de Agente de Aeroporto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here