LATAM pretende contratar 500 tripulantes ainda este ano!



com o objetivo de garantir robustez na operação da frota Airbus A32F (A319, A320 e A321).

A diretoria da ALT – Associação de Tripulantes da LATAM (antiga ATT) realizou uma reunião com a diretoria da LATAM Brasil na última sexta (01). Durante o encontro, foram apresentados números referentes às contratações realizadas em 2017 e 2018, assim como a perspectiva e planejamento para este ano.

A empresa iniciou processo seletivo para o preenchimento de aproximadamente 500 vagas de tripulantes, cerca de 60 destinadas a pilotos e 440 a comissários. Esse número faz da LATAM a companhia aérea com mais contratações anunciadas neste início de 2019.

Ainda de acordo com a empresa, o volume de tripulantes em turnos de reserva será reformado com o objetivo de garantir robustez na operação da frota Airbus A32F (A319, A320 e A321). O processo seletivo para pilotos prioriza candidatos com habilitação válida para a frota (CHT A32F) com o objetivo de atender à demanda com a rapidez necessária.

A medida reduzirá o tempo de treinamento e adaptação para a função em 65%, aproximadamente, e permitiu a criação das vagas para pilotos anunciadas neste início de 2019. Na perspectiva da empresa, esse crescimento é importante, pois amplia a sua competitividade no mercado nacional.

Até o momento, 179 currículos de pilotos foram avaliados e 114 entrevistas realizadas pela LATAM. A empresa ainda explicou que o processo seletivo foi realizado de forma efetiva devido ao trabalho conjunto entre os seus setores, incluindo RH, Operações e Pilotos. Foram realizadas avaliações comportamentais e técnicas e o modelo poderá ser replicado em outras áreas no futuro.

Para viabilizar essas 500 contratações, tornando-se mais competitiva no mercado e utilizando das alterações da reforma trabalhista de 2018, a empresa adotou um novo modelo de contrato de trabalho para 2019. Os futuros contratados durante o treinamento de solo receberão salário e diárias fixas. Ao iniciarem seu treinamento em voo, eles passarão a receber o valor das diárias da Convenção Coletiva de Trabalho e, após o Check em rota, o salário fixo mais o variável da função na empresa.

É importante ressaltar que os candidatos aprovados na seleção para pilotos de 2018, tanto por migração interna quanto por seleção externa que ainda aguardam o ingresso na função, não foram descartados pela empresa. Essa preterição foi necessária para absorver a necessidade da empresa com rapidez na formação de pilotos que possuem habilitação válida de A320.

Sobre as contratações dos 440 Comissários, a primeira turma iniciou nesta segunda-feira (04/02) na Base Brasília e terão novas turmas todos os meses até novembro de 2019.

A previsão de movimentação interna para Comandantes, Copilotos e Comissários em 2019 é a seguinte:

  • 68 promoções para a função de Comandante de A320;
  • 06 transições de Comandantes de A320 para Widebody;
  • 62 transições de Copilotos de A320 para Widebody;
  • 91 promoções de Comissários para CF de A320;
  • 93 transições de Comissários de A320 para Widebody.


Fonte: Asas Brasil




Processando, aguarde...
// https://ceabbrasil.com.br