Notícias - Escola de Aviação Civil CEAB
escola de aviao, comissaria de voo, comissario de voo,comissaria de voo so paulo,curso de comissaria de bordo sp,comissaria de voo brasil,comissario de voo so paulo,comissario de bordo,curso de comissaria de bordo,comissario de bordo curso

Ceará negocia voos internacionais de baixo custo com duas companhias aéreas

Além da rota Fortaleza-Londres pela Norwegian Air, o Governo do Ceará está negociando com outra companhia aérea low cost (baixo custo) para operar no Estado. A informação é do secretário estadual do Turismo, Arialdo Pinho, que reforça a expectativa de que o novo voo internacional possa ser viabilizado ainda neste ano. No Brasil, quatro companhias internacionais estão em processo de regularização junto à Agência Nacional de Aviação (Anac) para atuar neste formato no mercado brasileiro.

O secretário explica que, por questões estratégicas, ainda não pode adiantar o nome da empresa. Mas o que se discute são novos voos diretos do Aeroporto de Fortaleza para a Europa em rotas ainda não cobertas. "Ainda não podemos falar porque não está fechado, mas as negociações estão bem adiantadas, mais até do que com a Norwegian", diz Arialdo.

A companhia norueguesa, que é a terceira maior low cost da Europa e a sexta do mundo, deve começar a sua incursão no mercado aéreo brasileiro com uma rota que interliga Londres ao Rio de Janeiro. De acordo com entrevista concedida pelo CEO do grupo, Bjørn Kjos, ao site FlightGlobal, a expectativa é implementar os voos na primavera europeia de 2019, ou seja, entre os meses de março a junho.

Segundo Arialdo, o foco é fazer de Fortaleza a segunda rota no País. No último dia 28, foi realizada uma reunião com a diretoria da empresa durante agenda na Suécia. Dentre outros benefícios, foram propostos investimentos nos três primeiros anos para promoção e atração de passageiros. "Mas este tipo de negociação é lenta mesmo, depende de reunião de diretoria, de conselho. Nós mandamos a proposta, mas a decisão é deles. Acredito que isso entra no próximo ano. O Rio de Janeiro já é uma escolha deles, mas estamos tentando ser a segunda cidade", explica.

A Norwegian conseguiu autorização jurídica e de funcionamento da Anac a fim de operar voos internacionais de longo curso entre Brasil e Europa no último dia 8 de agosto. Porém, para voar regularmente, falta apresentar o plano de operação. E, apesar de já ser possível fazer voos não regulares, a empresa ainda não solicitou rotas.

Em nota, a Norwegian informou que ainda não é possível dar mais detalhes da atuação no Brasil, mas o próprio CEO do grupo, Bjørn Kjos, reafirma um grande interesse e planos da companhia para operar em breve no País.

Além dela, também estão em processo de regularização a chilena Sky Airline, e as argentinas Avian (subsidiária da Avianca) e Flybondi. Para atuar no País, as empresas precisam de três autorizações: funcionamento, jurídica e operacional. A Flybondi é a única que possui apenas a primeira. Para as demais, só falta a última.

Fonte: https://www.opovo.com.br/jornal/economia/2018/09/ceara-negocia-voos-internacionais-de-baixo-custo-co