Comissário de Bordo

Comissário de bordo: tudo sobre a profissão

Aeromoça Comissário de Voo Destaque

Trabalhar como comissário de bordo é o sonho de muitas pessoas mas você sabe o que é preciso para se tornar um?

Apesar de não exigir faculdade para ingressar na carreira, o processo é exigente e passa por diversas etapas até o aeronauta poder ingressar na profissão.

Comissário de Bordo

Tantas etapas são necessárias pois é o comissário de bordo (comissária de bordo, aeromoça, comissário de voo) que dá todo suporte aos passageiros, desde servir as refeições à ensinar medidas de segurança, mantê-los calmo durante situações de turbulência e fazer a orientação correta em casos de emergência.

Quem deseja ingressar na profissão precisa saber que a escala é dinâmica, que irá viajar para lugares diferentes (que não serão de sua escolha) e que o salário atraente pode ser duplicado com os benefícios que a profissão oferece de acordo com sua experiência profissional e se os voos são nacionais ou internacionais, entre outras.

Comissário de bordo: conheça todas as etapas

Normalmente o comissário de bordo passa por seis etapas, é fundamental que eles as conheça para as realizar de maneira correta, são elas:

1 – Esteja dentro do perfil adequado

A pessoa que deseja ingressar na profissão tem que estar atenta a pequenos detalhes que são necessários na profissão, como a idade mínima de 18 anos, pois o profissional precisa ser maior de idade e responsável para realizar voos nacionais e internacionais.

E qual a idade máxima para ser um comissário de voo ou aeromoça? Aqui está a ótima notícia: não existe limite de idade e o sonho sempre poderá ser realizado.

Também não é mais exigido na lei altura mínima para os comissários de bordo mas as companhias desejam um profissional com altura suficiente para alcançar sem problemas o bagageiro de mão, seus utensílios pessoais e todos compartimentos da aeronave além de poder locomover-se naturalmente pela aeronave.

Whatsapp - CEAB

2 – Ter o CMA (Certificado Médico Aeronáutico) de 2ª classe

É o CMA que atesta se o profissional está apto fisicamente para exercer a profissão.

Para ingressar em um curso de comissário de voo ou aeromoça antes era exigido o certificado, agora o mesmo só é obrigatório na hora de exercer a profissão.

O certificado é comporto por exames de rotina, como:

  •  sangue,
  • urina,
  • eletrocardiograma
  • radiografia torácica e odontológica.

Leia também: 15 Perguntas sobre a Profissão de Aeromoça ou Comissário de Bordo

3 – Possuir a formação necessária

Para atuar como comissário de bordo não é necessário ter formação superior o que torna a profissão tão desejada pelos jovens que se formaram no ensino médio mas é necessário o curso de Comissário de Bordo homologado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) com duração média de 5 meses.

No curso são exigidos 4 módulos:

  • conhecimento gerais de aeronave,
  • regulamentação da profissão de aeronauta,
  • primeiros socorros e saúde,
  • emergência, sobrevivência e segurança.

Logo após a parte teórica é obrigatório o treinamento de sobrevivência na selva e mar onde é colocado em prática o que aprenderam durante as aulas.

Treinamento de Sobrevivência na Selva 360ª

Nós do CEAB estamos sempre prontos para oferecer-lhe os mais avançados equipamentos e treinamentos dentro da aviação.

Confira em 360° nosso Treinamento na Selva!

Para tirar o máximo de proveito do vídeo, coloque-o em tela cheia e arraste o vídeo para direita, esquerda, para cima e para baixo. Assim poderá conferir todos os detalhes e se ficar com alguma dúvida, deixe um comentário, sua opinião é muito importante para nós!

Ter conhecimentos em línguas estrangeiras é outro item não obrigatório, mas que fará a diferença na hora de candidatar-se a uma vaga nas companhias aéreas, especialmente as estrangeiras.

Saber inglês abre portas pois mesmo as companhias nacionais recebem turistas de diversos países e espera oferecer a eles o melhor suporte possível no idioma padrão.

Outros idiomas importantes são: LI.BRA.S (para comunicar-se com deficientes auditivos), espanhol (para América Latina) além de idiomas próprio do país da companhia aérea como o francês para quem deseja trabalhar na Air France. 

4 – Realizar a Prova da ANAC

Obrigatória após realizar o curso a prova é agendada online e tem os seguintes requisitos:

2 horas de prova

4 blocos com 20 questões cada

Acertar 70% ou mais de cada bloco para ser aprovado.

O exame é realizado em uma das 40 cidades brasileiras nas unidades da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Leia também: Aeromoça – Importância da Segurança de Voo

5 – Participar do treinamento e do estágio na companhia aérea

Após ter o certificado da prova da ANAC e candidatar-se a uma vaga de comissário de bordo em uma companhia aérea vem dois grandes passos antes de participar de fato da seleção e entrevista, são eles:

Treinamento: Com duração mínima de 27 horas aulas realizado em um simulador ou, mais tradicionalmente, em uma aeronave no solo. É nele que o futuro profissional receberá instruções teóricas e práticas sobre a aeronave da companhia e os equipamentos que a compõe.

Estágio: A etapa seguinte consiste em um estágio de 15 horas oferecidos pela empresa para adquirir experiência na profissão.

Lembrando que cada companhia tem suas próprias exigências e o futuro comissário de bordo deve pesquisar sobre a empresa antes de lhe encaminhar seu currículo.

6 – Exame prático da ANAC e Certificação

Após ser aprovado pela companhia aérea, o profissional precisa realizar o cheque, como é conhecida a prova prática.

Sendo aprovado  é expedido a licença e o CHT (Certificado de Habilitação Técnica) do comissário pela empresa.

O certificado tem validade de 5 anos e permite ao profissional exercer legalmente a profissão.

Curso de comissário de bordo

curso comissário de bordo

Trabalhar nas alturas em diversas situações faz com que o aluno precise adquirir um conhecimento sólido de atendimento aos passageiros, etiqueta, procedimentos de segurança e treinamento de sobrevivência.

Pois cabe ao comissário tomar às medidas de primeiros socorros caso ocorra algum acidente com a aeronave.

Com tanta responsabilidade saber escolher a escola de aviação é fator decisivo e nós da CEAB estamos preparado para o aluno aprender:

  • legislação e regulamentação do setor aéreo brasileiro,
  • segurança da aeronave,
  • primeiros socorros,
  • meteorologia,
  • combate ao fogo,
  • sobrevivência na selva e no mar.

Segurança a Bordo

Vagas nas companhias aéreas

Após a aprovação na prova técnica da ANAC o aluno está apto a ingressar no mercado de trabalho, candidatando-se às vagas ofertadas pelas companhias aéreas.

É a hora de deixar organizado os documentos exigidos pelas companhias além do currículo atualizado e com foto.

Leia também: Aeromoça – salário bruto e remuneração extras

 

Quando chamado para uma entrevista o comissário de bordo deve pesquisar a fundo sobre a companhia aérea, verificar se a entrevista será realizada em português ou inglês e ser pontual.

Mostrar-se bem apresentado para a entrevista e o quanto é pontual é fundamental, pois é nessa hora que terão a primeira impressão do profissional.

É na entrevista que o candidato deve mostrar seus pontos fortes com exemplos de como as utilizou.

CEAB – Melhor Escola de Aviação do Brasil

Como já mencionado no artigo, nós da CEAB estamos preparados para lhe possibilitar a experiência no melhor curso de comissário de bordo.

Entre em contato agora mesmo pelo nosso Whatsapp e conheça nossos preços exclusivos e dê o primeiro passo na carreira.

  • Email – atendimento@ceabbrasil.com.br
  • Whatsapp – (11) 9508-59143
  • Fixo – (11) 3081-4949

 

10 thoughts on “Comissário de bordo: tudo sobre a profissão

    1. Por que este guia é importante?
      Ele foi o primeiro guia feito para Comissários de Voo.
      Material pioneiro e sempre atualizado!
      Desfrute!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code