Nas últimas semanas, ouvimos muito sobre o Coronavírus que tem afetado a China e alguns países asiáticos e europeu. Sabemos o quanto aeromoças e comissários de voo viajam. Contudo, não há motivos para tanto alarde, pelo menos, aqui no Brasil. Pois os voos para China estão sendo cancelados.

O Brasil é um país muito avançado em vigilância epidemiológica, além de uma mobilização do Ministério da Saúde com a comunidade científica e a Organização Pan-Americana da Saúde, braço direito nas Américas da OMS. Sendo assim, os casos suspeitos são monitorados pelos profissionais especializados ao Ministério da Saúde, que informam aos organismos internacionais competentes o ocorrido. 

Como Surgiu o Coronavírus?

Chamado de 2019-nCov por ser uma modificação nova de um vírus antigo, que atingiu a própria China e regiões do Oriente Médio em 2002 e 2003. No entanto, o Coronavírus originou-se de fato em 1960, na época, afetava, principalmente, crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade. Em dezembro de 2019, reapareceu os primeiros casos na província de Wuhan, na China, com a suspeita de ter surgido no mercado de frutos do mar local.

Máscara-de-precaução-para-não-contrair-Coronavírus.
Máscara de precaução para não contrair Coronavírus.

Transmissão e diagnóstico

Desde 7 de janeiro, a China sequenciou o material genético desmembrado, notificando o mundo, possibilitando o diagnóstico, tratamento e criação da vacina contra o vírus. É importante lembrar do grande avanço da medicina em resposta à surtos como esse. Enquanto no caso da influenza demorou em média dois meses para mobilizar o mundo, a 2019-nCov, em sete dias, já tinha genotipado o vírus e distribuído pelo mundo. Facilitando seu controle e prevenção. 

Segundo os dados, só 2,3% dos casos chegaram a ser letais, ainda assim, no início, sabia-se muito pouco sobre a doença. A doença é transmitida por contato direto de pessoa para pessoa, através da saliva, espirro, tosse. Pode haver contaminação, também, ao tocar em objetos contaminados e, depois, tocar a boca, nariz ou olhos. 

Sintomas e prevenção do Coronavírus

Os sintomas são febre, tosse, falta de ar e perda de apetite, semelhantes aos resfriados e gripes. Nos casos mais graves, falta de ar agudo e dor no pulmão.

Se o comissário de voo não viajou para a China nos últimos 14 dias ou não teve contato com algum outro comissário de voo que foi ao país nesse período, fique despreocupado, independente dos sintomas. Mas, de qualquer forma, se sentir algo, procure um médico.

Para prevenir, o uso de máscara cirúrgica é essencial, mas por pouco tempo, pois com a fala, ela vai umedecendo. Logo, é preciso trocá-la de tempos em tempos. A princípio, no Brasil não há qualquer necessidade do seu uso. Além das recomendações que são feitas para precaver qualquer infecção por via aéreas, além de não fazer viagens à China.  

Além disso, lave sempre as mãos e use álcool em gel, mantenha a etiqueta respiratória, cuide de sua alimentação e hidratação, não divida copos, pratos e talheres e limpe com frequência os objetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × cinco =